Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sem Título - luisa.png

 O céu escureceu na mente

da vida

desesperada

sem ti, e sem nada.

 

Era uma espécie

decadente,

nessa estrada,

sem mim, e sem nada.

 

Insegura, apenas via o céu,

e seguia, perene,sagrada,

a linha invisível

do nada.

 

Dessa vida 

sem cores estelares,

constelações ou terra,

vivia um sonho desafinado,

do passado.

 

Mas eis que surgiu um sentido

e na palavra nós O verdadeiro Amor.


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.








Instagram