Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




20190126122759_IMG_0740.JPG

Este mês comprei três livros com 50 % desconto. Por coincidência (ou não) são livros escritos por mulheres e a única que conheço é Nicole Krauss, em "A História do Amor".  Quando li este livro fiquei encantada com a sua escrita e, depois de uma pesquisa, surpreendou-me o facto de esta ser casada com Jonathan Safran Foer, escritor de "Extraordinariamente Alto Incrivelmente Perto", que tinha lido algum tempo antes. Recordo-me que na altura me interroguei como seria a vida de um casal de escritores, se seriam felizes com os sucessos de cada um ou se isso não traria alguns atritos, tal como acontece com os atores e as atrizes, aliás como acontece em qualquer profissão em que ambos os conjugues trabalhem no mesmo ou lado a lado. São coisas que me passam pela cabeça, é certo, porque a vida é a vida e, quer se queira quer ou não, acontece a todos nós, e também a grandes escritores. 

 

Relativamente aos outros dois livros, não pesquisei nada, mas ouvi falar neles em blogs e nas redes sociais, pelo que espero que não me desapontem. Ainda que assim seja, vale sempre a pena conhecer novas escritoras.

 

Já me disseram que compro livros por comprar, que tenho muitos livros para ler e ainda que, a continuar assim, não vou conseguir ler tudo. Eu sorrio e não respondo.Contudo penso, que os livros e os pensamentos andam sempre juntos, e o que penso é muito simples:

Compro porque sim, porque posso e porque me apetece e sobretudo porque os livros não são interesseiros nem nos abandonam quando mais precisamos.

#livrosamaisnaoexiste


8 comentários

Imagem de perfil

De Há luz da pena a 29.01.2019 às 09:24

Bom dia, como vai? Ninguém tem nada que dizer isso de si. Nem que seja para eu ler o seu post e para saber que a escritora casou com o escritor e para possivelmente pôr na minha lista os "palpites" que aqui menciona. Obrigada e um resto de boa semana.
Imagem de perfil

De Edite a 29.01.2019 às 22:34

Olá. Concordo, ninguém deve dizer estas coisas a uma apaixonada por livros. 
Ainda bem que gostou do post que reflete os pensamentos que me surgem esporadicamente. Quanto aos escritores de que falei, divorciaram-se em 2014. É a vida.


Obrigada e uma ótima semana, em boa companhia.

Comentar post








Instagram