Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Livro-de-presente.jpg

 

Demorei um pouco mais a colocar as minhas leituras em dia no blogue e por isso só agora consegui fazer um balanço do ano de 2017 em relação ao Livro Secreto do blogue da MJ . Tem sido uma iniciativa fantástica e em que todos os meses tenho a sensação que vou receber um presente.

 

Em fevereiro de 2017, iniciou-se a 2.ª edição desta inciativa, estamos quase a fazer um ano desta troca de livros, e verifico que o tempo tem passado muito rápido! 

 

O meu livro Em teu ventre, de José Luís Peixoto, não tem tido muita adesão. Acredito que gostos são gostos e que, além disso, não é fácil ler sempre com a mesma disposição, especialmente quando a temática é forte ou algo aborrecida. Mas não tem mal nenhum. A troca de livros é, precisamente, para conhecer livros que de outra forma não iriamos ler. Soa um pouco a cliché mas é bem verdade!

 

Já li 8 livros: O Diário Oculto de Nora Rute, O vendedor de passadosPalestinaO velho e o marEmigrantesObrigada pelas recordaçõesA outra metade de mim e Os Olhos de Ana Marta. Gostei de ler todos e não desisti de leitura de nenhum. Estou surpreendida comigo própria e satisfeita com os resultados positivos.No entanto, os meus preferidos foram O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway, e Emigrantes, de Ferreira de Castro. 

 

Boas leituras a todos. 

 

 


13 comentários

Imagem de perfil

De Fátima Bento a 24.11.2017 às 19:39

Pois minha querida que o teu livro foi (dos que não li) o que mais lamento não o ter feito.Hei-de procurar na biblioteca. gosto do que conheço do Peixoto, e adorei o primero capitulo! Mas estando a atravessar uma fase complicada, a literatura ficou on hold... não tenho, de todo, cabeça. 
Mas é uma fase que há-de passar e depois recupero o tempo perdido.
Só não quero que, no meu caso, penses que não aderi ao livro. Não foi o caso.
B'jinhos 
Imagem de perfil

De Edite a 26.11.2017 às 22:06

Há livros que dependem mesmo da nossa disposição:) Mas não tem mal nenhum. Não podemos é perder tempo com o que não está a resultar connosco numa determinada altura. Há tanto para ler e a vida já é tão complicada. 
Nesse caso, estás perdoada e espero que tudo corra bem daqui em diante. 
P. S. Disse que não teve muita adesão porque não têm comentado. 
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 27.11.2017 às 10:42

O meu começou por ter comentários menos positivos - que compreendo e respeito, que nem toda a gente consegue ler livros sobre o nazismo.
Passou pelas mãos da Magda que se rendeu. Eu adorei o livro, e achei-o amaciado o suficiente para o colocar "no circulo"... está lá tudo, se quisermos podemos levantar o pano e ver um pouco mais, mas se não, isso é possível. Com alguns apertos na garganta, porque quando falamos de campos de concentração e crianças, já ficamos atordoados, quanto mais quando entra  o Mengele na equação...
Mas a Affinity Konar fez um trabalho soberbo.
Isto tudo para te dizer que o meu também não tem comentários fora o já recebi, e o já enviei. E o não consegui ler...
Imagem de perfil

De Edite a 27.11.2017 às 23:20

Também já escrevi aqui sobre o teu livro. Gostei muito:) 

Comentar post








Instagram