Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A porta na Rua Direita não é uma porta qualquer ou poderia ser já que existem muitas, algumas degradadas como a da casa onde viveu Eça de Queirós.

A tudo assistem, desgastadas, as pedras negras da estreita rua mais conhecida da cidade de Leiria, em direção à porta do "Espaço Eça", da porta centenária da chapelaria "Liz" e até da porta do hostel "Atlas", num edifício antigo renovado.

Mas a porta não é uma porta qualquer, embora os visitantes sigam encautos e encantados pelo visual colorido. 

Esta Porta, não abre nem fecha, dá antes vida e alegria àquela rua empedrada e ladeada por edifícios desgatados pelo tempo; e a tudo empresta a cor vívida dos sonhos, refulgindo de sons e fervilhando de atividades e Workshops para os mais pequenos.

Já as pinturas e artesanato saltam à vista de todos, pois saem das mãos de quem tem rosto cansado e se alimenta de esperança.

Para mim, não é uma porta qualquer, é caminho que se percorre reavivando a força dos sonhos para que não sejamos passado em ruína.

 

Sem Título.jpg

20190622173225_IMG_1325.JPG

 

20190622173000_IMG_1324.JPG

20190622173802_IMG_1331.JPG

20190622173630_IMG_1330.JPG

20190622180516_IMG_1338.JPG

20190622180733_IMG_1344.JPG

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Mensagens


O que estou a ler...

 

image (1).jpg

 

 

 

 

 




image_6_1542295800600_1542993699397.jpg