Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Quero tanto ler tudo que me perco até nas listas que faço (foi o que aconteceu Aqui),por isso a conclusão de hoje não é nada habitual e resulta de um fórmula complicada ao nível de objetivos para o Novo Ano. Nada como uma escolha ajuízada entre varrer tudo para debaixo do tapete ou abrir as janelas, aspirar e deixar a casa impecável. Venceu a limpeza geral, em modo de catárse, para começar o ano sem máculas e com tudo nos seus devidos lugares.

 

Mais alguém aí se daria ao trabalho de corrigir uma listagem com 1001 livros que correu mal? Não?

Então, podem dizer que se trata de uma mania, que tenho um parafuso a menos e passar a outro blog. Aliás, se acharem que é estólido este jardim literário sob a forma de lista, é porque não apreciam a beleza da sua construção tão edificante e válida para o futuro sem auxílio de máquinas (com exceção do computador, vá).

 

2018, um ano já velhinho, está quase a partir.

Assim, como a sua proveta idade não lhe permite perder mais tempo, aqui fica a listagem dos 1001 livros para ler antes de morrer (ou talvez não).

 

Posto isto, se conseguiram ler o post até ao fim, esqueçam lá as limpezas, as escolhas ajuizadas e as listagens direitinhas com todos os mi, mi, mis, porque a conclusão óbvia que se retira, no fim de contas, é a de que quanto mais cedo começarem mais alimentam o vosso conhecimento...

 

giphy.gif

 

 





Mensagens