Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




20170615_144828.jpg

A insurgente sombra grita, em desespero mudo, profundamente abalada pelos sonhos que trespassaram os seus olhos inexistentes. Deixa para trás a luz envolta em seda de papel. Mirra a vontade, aparentemente, nublada na conversa suscitada pela mulher, em pranto, mirrada na inércia dos seus sapatos pretos de verniz.

A insurgente sombra grita em desespero surdo e sai cá para fora a negra banalidade, o dualismo em duas versões:a dos sapatos pretos dos outros e a de quem escolhe a sombra pesadelo de viver-ignorar.

A insurgente sombra chora comovida.não entende a lógica.nem a vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Mensagens


O que estou a ler...

Uma-Historia-de-Amor-e-Trevas.jpg

1507-1.jpg

 

 




image_6_1542295800600_1542993699397.jpg