Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vida-Apos-Vida.jpg

Há uns anos atrás, li o livro "Estranhas Emoções" desta autora e lembro-me de que gostei bastante. Resolvi arriscar e trouxe-o da Feira do Livro de Lisboa já o ano passado (admito que ainda tenho bastantes dessa colheita). A sinopse foi a culpada (claro), pois cativou-me logo, quer pelo tema, quer pela ideia de podermos vir a ter vários recomeços alternativos na mesma vida. 

Quando surge o Hitller na história, achei que estava a tornar, digamos, surreal (Pensei: Okay, eu gosto de coisas diferentes e não é isso que me fará desistir). Já os numerosos avanços, recuos e recomeços, são interessantes porque podem levar-nos a perspetivar as numerosas alternativas na vida de Úrsula (embora ela própria não saiba definir se são um déjà vu ou fruto da sua imaginação). É, sem dúvida, uma oportunidade de descobrir uma história completamente fora do normal e, tendo isso em perspetiva, no meu pensamento, a história até é credível se nos lembrarmos de que existem muitos "Se" na vida de uma pessoa. Geralmente, é o que pensamos quando poderiamos ter feito desta ou daquela maneira e se o fizessemos se poderiamos estar melhor (ou não).

A estrutura da história é original e, às vezes, estranha. Assim, quando aparece o Hitler, fiquei a pensar qual seria a mensagem que a escritora quereria fazer passar. Acham que é a ideia de que não podemos mudar o passado, mas que podemos mudar o futuro? Será? Contudo, sabemos que a nossa história é cíclica e ficamos com uma certeza:o Homem vai repetir sempre os mesmos erros.

O pequeno coração. Um coração indefeso a bater desesperadamente.Subitamente travado, como uma ave caída do céu. Um único tiro. Caiu a escuridão.

 

Sinopse:Em 1910, durante uma tempestade de neve em Inglaterra, um bebé nasce e morre sem que tenha tempo de respirar. Em 1910, durante uma tempestade de neve em Inglaterra, o mesmo bebé nasce e vive para poder contar a aventura. E se existissem segundas oportunidades? E terceiras? E se tivéssemos um número infinito de possibilidades para viver? «Vida após Vida, de Kate Atkinson, é um romance de absoluta beleza, e a sua estrutura é das mais originais e subtis que li em muitos anos. Um romance brilhante, afável e audacioso, cujo futuro, suspeito, inclui palavras como acessível e clássico. (...)» Ali Smith, The Observer «Best Books of 2013»

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De HD a 08.06.2017 às 18:53

Hitler...humm
Este livro é altamente interessante ;)
Imagem de perfil

De Edite a 11.06.2017 às 17:27

Então recomendo que leias "Ele está de volta" cuja história é sobre Hitler voltar à Alemanha no tempo de Angela Merkel. Ainda não li, mas, como o livro deu polémica, estou curiosa:)
Imagem de perfil

De HD a 11.06.2017 às 19:50

Eh pá, obrigado :)
Imagem de perfil

De Edite a 11.06.2017 às 20:42

Um livro polémico era o mínimo que poderia aconselharImage
Imagem de perfil

De A Hipster Chique a 09.06.2017 às 05:49

Vai para a minha lista de futuras leituras, sem dúvida. Parece ser muito interessante!
Imagem de perfil

De Edite a 11.06.2017 às 17:24

É diferente do habitual:)
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 09.06.2017 às 12:01

Tenho de ler!! =)
Beijinhos
Imagem de perfil

De Edite a 11.06.2017 às 17:23

Obrigada por leres o que eu escrevo. Sou eternamente grata.
Beijinhos

Comentar post



foto do autor



Arquivo



Mensagens