Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Começo este post por agradecer à equipa do Sapo pelos destaques, durante o mês de outubro, aos seguintes post´s:

 

Um acórdão e um desabafo mal amanhado;

Na biblioteca não se perca;

Quando o cuco chama, de Robert Galbraith. 

 

Já quanto às semelhanças, lamento mas vão ter de ler o post até ao fim. Combinado?

 *** 

Vocês sabem que os gatos são imprevisíveis e que os felinos fazem parte da vossa vida [para vos dominar]? Realmente, vocês humanos têm de se mentalizar que se trata de um compromisso para o bem e para o mal.

A minha dona, por exemplo, anda nesta dualidade incessante e tanto diz "gatinho fofo, meu bebé" como também grita "gato mau, andas a irritar-me!". Mas os humanos costumam derreter-se quando nos vêem.

Eu, gato de provecta idade, costumo miar a categoria de donos que podemos ter, desde amorosos, racionais, emocionais, otimistas e aos que não são carne nem peixe.

 

Os amorosos

São donos muito simpáticos e de bem com a vidinha. Passam a mão pelo nosso pêlo e brincam. Somos muito importantes para eles e metem-nos nas conversas dos amigos.

 

Os racionais

Deixam-nos correr atrás dos ratos, vocês acreditam? Apesar disso não simpatizo com estes donos. Só nos querem para este trabalho e não nos ligam nenhuma. Quando é para dizer mal, rsrsrs, só falam da despesa com a comida.

 

Os emocionais

Neste grupo estão as mulheres que vivem sozinhas e precisam da companhia de um gato. São donos execionais que nos tratam com muito carinho e preocupam-se muito com o nosso bem-estar.

 

Os otimistas

São os melhores donos do mundo! Gostam de nós, brincam e falam connosco. Podemos andar pela casa toda, sem problemas. 


Os que não são carne nem peixe

Neste grupo incluo os homens que são convencidos, pela mulher ou pelos filhos, a ter um gato. São donos muito distraídos e pouco preocupados, mas, por vezes, tornam-se otimistas.

 

[A minha dona é emocional, mas quando tem sono ninguém a atura].

 

Queria tanto agradar-lhe, falar a linguagem dos humanos e poder-lhe chamar ...

 

Voltando à semelhança dos donos de gatos com o Sapo. É assim. A semelhança reside na grande afinidade do SAPO com os donos otimistas porque:

 

"são os melhores donos do mundo! Gostam de nós, brincam e falam connosco e deixam andar pela casa toda, sem problemas". 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



Arquivo



Mensagens