Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



20170223_203816.jpg

Autora: Sophie Kinsella

Ano:2017

N.º de Páginas: 414
Editora: Quinta Essência
 
Sinopse: Lottie tinha a certeza de que Richard, o seu namorado de longa data, ia pedi-la em casamento. Mas estava enganada. Farta de esperar, decide terminar a relação. O inesperado acontece quando Lottie, ainda a recuperar da desilusão, recebe um telefonema. Do outro lado da linha está Ben, um ex-namorado com quem fizera um pacto insólito no passado. Se, aos 30 anos (ou aos 33…), nenhum deles estivesse casado, casar-se-iam um com o outro. Para Lottie a mensagem é clara: o Destino está a uni-los! Já Fliss, a irmã de Lottie, não tem tanta certeza disso. Ela sabe que, por detrás deste aparente ato arrebatado de paixão, Lottie tem o coração partido. Mas casar com alguém que não vê há 15 anos ultrapassa todos os limites. O problema é que o mal já está feito… A solução? Seguir o casal até à ilha grega de Ikonos e fazer os possíveis (e os impossíveis) para impedir a consumação da união. Fliss rapidamente percebe que contrariar o Destino não é tarefa para os fracos de espírito, algo que ela acredita não ser. Mas à medida que o seu plano avança, uma dúvida paira no ar: estará ela preparada para pagar o preço pela intromissão?
 
Opinião: Já conhecia Sophie Kinsella em "Louca por compras" e, num dia cinzento, em que me sentia mais deprimida, resolvi ler só porque sim, só porque quero e só porque mereço. Nesses dias, nada como olhar para uma capa bonita, cheia de flores, com dois copos de vinho e um casal bonito...Eeeeeh, pela primeira vez na minha vida, escolhi o livro pela capa! Depois, verifiquei que o casal vai para a ilha grega de Ikonos (na realidade existe e o nome é Mikonos). Mar, sol e belas paisagens?! Sim, eu queria tanto passar o fim-de-semana num lugar com uma  paisagem como esta:

galeria-mykonos-credito-thinkstock-147282513.jpg

Assim, arrangei uma forma económica de visitar um sítio, usando apenas a imaginação. Mas esperava mais. Esperava descrições dos locais e das comidas. Esperava o humor de "Louca por compras". No entanto, a leitura foi levezinha e serviu o seu propósito: passar um fim-de-semana calminho e aconchegante, um pouco como um "caldo de galinha para a alma". Ah, e eu que estava mesmo a precisar!!!

 

Fliss, a minha irmã mais velha, diz que penso em tecnicolor hollywoodiano e que tenho de me lembrar que as outras pessoa não conseguem ouvir os violinos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho 70 anos, em anos de gato, e começo o ano de 2017 a desesperar com a nova habitante cá de casa. A dona nada faz, nada diz e eu é que tenho de dar o exemplo?! A gaiata Pipoca é de uma infantilidade brutal, mas todos gostam do seu ar fofinho. Ela entrou em alta no ano 2017 e eu não! Fujo? Não fujo? Estou aqui a delinear uma estratégia e a melhor forma de me evadir quando a porta for aberta. Ainda me lembro que, na véspera de Ano Novo, a Pipoca fez cocó na sala! Zangaram-se (a meu ver, muito pouco) e ela ficou na varanda. Estava prestes a celebrar a minha vitória com um miau especial, quando começaram a falar em formação latrinária. Bem, isso não é tudo. Foram mais longe. Demasiado. Porque vão colocar a gaiata na minha salinha?! Parece que irá aprender comigo (rsrsrsrsrsfufufufu).Humpf, não concordo nada. É que isto da literatura em tenra idade tem de ser gradual. O poucochinho crescimento inteletual da gaiata Pipoca é apenas equiparado ao comentário do PM: nem faz nem aumenta um poucochinho?! Raios e coriscos, o meu país é um cubículo sanitário partilhado?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

frase inspiracional 2017.bmp

Esta é a frase de inspiração para o ano 2017! Mas, às vezes, a imaginação falha e não ocorre nada. Então surge uma espécie de vazio e não há palavras que preencham o ecrã... 

Assim, o meu desejo, para o Novo Ano, é que nada falte: nem saúde, nem paciência, nem amigos, nem dinheiro, e nem mesmo inspiração.

Se nada faltar, teremos o necessário para o Brainstorm. E o que é o Brainstorm, além de imaginação e de escrita torrencial?

O brainstorming (literalmente: "tempestade cerebral" em inglês) ou tempestade de ideias, mais que uma técnica de dinâmica de grupo, é uma atividade desenvolvida para explorar a potencialidade criativa de um indivíduo ou de um grupo - criatividade em equipe - colocando-a a serviço de objetivos pré-determinados (aqui).

 

Para mim, o Brainstorm de 2016 foi profícuo e especial. Consegui extravazar os pensamentos que me enchem a cabeça. E é terapêutico, acreditem! 

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



Arquivo



Mensagens