Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Silêncio

31.07.16
Calo-me.Diante desta paisagem de sombras putefractas e de crateras gigantes, como gritos de supliciados, que vale protestar, se o protesto é uma naúsea de cinzas no pântanos dos dias?Neste tempo de palavras mortas só a raiva do silêncio falará por nós. 

António Arnaut 
Foro das letras Jan.1998

Autoria e outros dados (tags, etc)



foto do autor



Arquivo



Mensagens