Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Livro Pensamento

O Livro Pensamento

Dom | 14.08.16

No país das maravilhas

Naquela tarde
Saboreei o vento
Disperso e quente.
Olhei em volta
Apenas um bule
A lembrar o país das maravilhas.
Eu, Alice, não consigo encontrar
A porta discreta
Desse olhar.
Cresci...
Mas quem dera voltar
A sentir a magia
do sonho
a vibrar.
No país das maravilhas
Há muitos buracos
Por achar.
Camuflados ou não.
Não são imaginação.
Ouço o vento.
Diz coisas inacreditáveis
Que não há país,
Nem maravilhas.
Que resta o pó e a cinza.
A poção de encolher
Não posso tomar
Se não há país
Nem maravilhas
Não vou voltar.
Cresci.
Que pena.
Era mais feliz
Quando a ignorância
habitava o meu olhar.