Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Leitor de cadáveres.jpg

«O Leitor de Cadáveres», de António Garrido, é um livro com uma capa lindíssima em tons de vermelho e dourado. Como nunca indicaria um livro só pela capa, escolhi, obviamente, um bom livro.

 

Se puderem e tiverem curiosidade, como eu que vou cuscar as respostas, passem pelos blogs da Magda, da Just, da Alexandra,da Azulmar,da Sofia, da Sandra, da Girl e da Fátima.

 

Não deixem de comentar e espalhar o espírito natalício.

 

 

Foto: Christmas App

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anne-dos-Cabelos-Ruivos.jpg

Na infância a magia de Natal é algo muito especial. Sei que já não recupero mais essa magia, porém, as recordações são algo a preservar.

Posto isto, escolho este livro porque me trás as melhores recordações, bem como a memória dos sonhos de menina. Seria tão bom e simples! Nada de etiquetas e regras, pois, tal como a Ana, viver é sonhar e o Natal é das crianças.

 

 

Se puderem e tiverem curiosidade, como eu que vou cuscar as respostas, passem pelos blogs da Magda, da Just, da Alexandra,da Azulmar,da Sofia, da Sandra, da Girl e da Fátima.

 

Não deixem de comentar e espalhar o espírito natalício.

 

 

Foto: Christmas App

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

guarda chuvas.jpeg

 É um livro que tenho na estante para ler e que quero ler muito. Já várias pessoas recomendaram e já tinha em mente ler todos os livros de Afonso Cruz. Este vai ser o primeiro do novo ano, espero!

 

– A minha mãe, Sr. Elahi, interrogava-se para onde vão os guarda-chuvas. Sempre que ela saía à rua, perdia um. E durante toda a sua vida nunca encontrou nenhum. Para onde iriam os guarda-chuvas? Eu ouvia-a interrogar-se tantas vezes, que aquele mistério, tão insondável, teria de ser explicado. Quando era jovem pensei que haveria um país, talvez um monte sagrado, para onde iam os guarda-chuvas todos. E os pares perdidos de meias e de luvas. E a nossa infância e os nossos antepassados. E também os brinquedos de lata com que brincávamos. E os nossos amigos que desapareceram debaixo das bombas. Haveriam de estar todos num país distante, cheio de objectos perdidos. Então, nessa altura da minha vida, era ainda um adolescente, decidi ser padre. Precisava de saber para onde vão os guarda-chuvas.
– E já sabe? – perguntou Fazal Elahi.
– Não faço a mais pequena ideia, mas tenho fé de encontrar um dia a minha mãe, cheia de guarda-chuvas à sua volta.
 
 

Atendendo a que não tem chovido muito também não sei para onde vão os guarda-chuvas! :) Mas vou descobrir!

 

 

Se puderem e tiverem curiosidade, como eu que vou cuscar as respostas, passem pelos blogs da Magda, da Just, da Alexandra,da Azulmar,da Sofia, da Sandra, da Girl e da Fátima.

 

Não deixem de comentar e espalhar o espírito natalício.

 

 

Foto: Christmas App

Autoria e outros dados (tags, etc)

PhotoLab_app_new_year_book_IMG_20171201_204314.jpg

Eu escolho as personagens do livro «A Livraria dos Finais Felizes», de Katarina Bivald, porque seria a melhor passagem do Ano de sempre! Adoraria conversar com a Amy e com a Sara e que estas me aconselhassem livros que nunca me lembraria de ler. Não me cansaria de as ouvir e sei que entraria no novo Ano com o coração cheio. Ah, e não se esqueçam:

Há sempre um livro para cada pessoa e uma pessoa para cada livro.

 

 

Se puderem e tiverem curiosidade, como eu que vou cuscar as respostas, passem pelos blogs da Magda, da Just, da Alexandra,da Azulmar,da Sofia, da Sandra, da Girl e da Fátima.

 

Não deixem de comentar e espalhar o espírito natalício.

 

 

Foto: Christmas App

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

crime e castigo.jpg

A pergunta de hoje é: «Um livro bastante desejado, e que superou todas as expetativas»; a minha resposta, sem qualquer hesitação, é o livro «Crime e Castigo», de Fiódor Dostoéivski.

 

Ouvi falar tanto nele (até Ernest Hemingway, em «Paris é uma Festa«, referiu que era de difícil leitura) que queria muito ler.  Tive sempre com um certo receio de que não fosse gostar e, ao mesmo tempo, sentia que estava em falta ler um livro da literatura Russa. Finalmente, quando li, achei o livro tão extraordinário que, além de superar todas as expetativas, merece ser relido. 

Concordam comigo? Olhem que o silêncio também é uma resposta. Eheheheh.

 

Se puderem e tiverem curiosidade, como eu que vou cuscar as respostas da Magda, da Just, da Alexandra,da Azulmar,da Sofia, da Sandra, da Girl e da Fátima, passem pelos blogues delas. Não deixem de comentar e espalhar o espírito natalício.

 

 

Foto: Christmas app

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



Arquivo



Mensagens